quinta-feira, 8 de junho de 2017

Moradores de condomínio exigem providências contra mortandade de animais

O popular Frajola (meramente ilustrativo) foi uma das vítimas

O condomínio "Moradas da Serra" é um local considerado por muitos intransponível e de alta segurança, graças ao seu considerável aparato eletrônico que se confunde em meio a natureza e que não polui visualmente o grande número de casas de luxo, sendo que muitas delas  não possui muros, com seus moradores vivendo o estilo americano "real cool" (muito legal).
A casta de autoridades que mora no local é incomensurável. E não falaremos aqui sobre eles para justamente não se quebrar essa sensação de segurança. Para os humanos que moram ali a segurança é 100%. Mas, os animais...
Por isso fomos até o condomínio, chamado por moradores do local para ouvir que nos últimos 15 dias pelo menos 11 gatos, um cachorro e até um gambá apareceram mortos no interior do condomínio mais seguro da cidade. Uma criança de oito anos chora incessantemente pela perda de quatro gatinhos. Até o gato mais matreiro do condomínio que tem o sugestivo nome de Frajola morreu vítima, segundo sua dona, por envenenamento.
Moradores do local falam que não é a primeira vez que isso acontece. Essa mortandade já ocorreu pelo menos três vezes em mais de 20 anos de condomínio. Porém não nessa quantidade  registrada nos últimos 15 dias.
Os moradores que reclamam a morte dos animais aguardam reunião com os síndicos para as deliberações sobre o assunto. Nenhum boletim de ocorrência foi confeccionado. Eles querem resolver entre eles a situação. Mas quem passeia com seus animais pelas ruas do bucólico aglomerado está muito atento com o que seus "xodós" tentam comer. Todo cuidado é pouco, segundo eles.


    






0 comentários:

Postar um comentário