segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Comandante do 57º BPM faz análise dos primeiros dias de carnaval

Tenente Coronel PMMG Paulo Alex e Cabo Paulo acompanham a movimentação dos foliões no Calçadão Um em São Lourenço

Não há como deixar de notar a vibração nos olhos do comandante do 57º BPM, Tenente Coronel Paulo Alex. Os números por si só são suficientes para deixá-lo contente. O Comandante do 57º BPM afirma que até mesmo com os carnavais antecipados na região as estatísticas são extremamente favoráveis para a segurança pública.
O Tenente Coronel Paulo Alex afirma que foi feito um planejamento exaustivo sobre os carnavais de toda região sob a tutela do 57º BPM: "Na região, com um mês de antecedência foi feito um relatório com todas as atividades carnavalescas. Fizemos diversas reuniões tanto interna, com nossos comandados dos 22 municípios, assim como com os poderes executivos das cidades. Esse planejamento é essencial, pois fazemos uma retrospectiva dos eventos de carnaval e isso nos proporcionou fazer diversas correções e ajustes para o policiamento" afirma o comandante Paulo Alex.
Sobre São Lourenço, o carnaval começou na sexta-feira, dia do Bloco do Pijama. O Tenente Coronel garantiu o dobro de policiais no bloco que abre o carnaval da cidade: "Ano passado usamos 45 policiais militares e esse ano dobramos o efetivo para 90 homens e mulheres policiando o evento que reúne o maior número de foliões com resultado altamente positivo", garantiu o comandante. As operações e averiguação de vans fretadas ganharam uma atenção especial do 57º BPM que resultou em considerável apreensão de drogas e a retirada de circulação de um foragido da justiça por homicídio no estado de São Paulo.
O Tenente Coronel não escondeu nenhuma informação e abriu o coração sobre a preocupação com a segurança da cidade-sede do 57º Batalhão. Com exclusividade ele afirma que são duas situações distintas em São Lourenço, pois existe o policiamento na área de show em praça pública e o policiamento da cidade que não pode ser esquecido em hipótese alguma. O oficial comandante disse que o carnaval antecipado de Pouso Alto serviu como um balão de ensaio para realizar o policiamento durante o carnaval de São Lourenço: "Fazer o policiamento em uma área fechada é uma coisa, mas promover a segurança pública em uma área aberta é muito mais difícil. Todo o aprendizado é bem vindo e o policiamento da Praça João Lage vem sendo executado com extremo profissionalismo por parte da Polícia Militar. O nosso policiamento está bem dimensionado, buscando a todo custo a paz social", explicou o Tenente Coronel Paulo Alex.
Com o policiamento voltado para áreas estratégicas e montando corredores de segurança na volta para casa dos foliões o 57º BPM vem cumprindo bem sua missão. Sabe-se que todas as folgas e férias dos policiais militares foram cassadas exigindo dedicação extrema de toda tropa. Segundo o Comandante, o balanço até o momento é extremamente positivo e o resultado final deve ser fechado na quinta-feira, dia dois de fevereiro. Os números até o momento estão acima da expectativa por não estar acontecendo crimes violentos e confusões generalizadas. Perguntado se o tipo de música ajuda a ordem pública, o comandante diz que tudo ajuda para a paz, harmonia e diversão, juntamente com o planejamento das operações e o esforço conjunto de diversos órgãos.
Com as atividades momescas e a cidade policiadas, tudo caminha bem. A prevenção é tudo na segurança pública: "Nós agradecemos a todos os órgãos e a população são-lourenciana que soube aproveitar até o momento essa festa carnavalesca. A gente agradece o empenho dos valorosos policiais militares do 57º BPM e nós estamos com o máximo do efetivo trabalhando incansavelmente. Queremos fechar o carnaval com sucesso total," finalizou o Comandante Paulo Alex.


    







0 comentários:

Postar um comentário