Balneário

São Lourenço - MG

Trem das Águas

São Lourenço - MG

Vista Parque das Águas

São Lourenço - MG

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Comandante do 57º BPM faz análise dos primeiros dias de carnaval

Tenente Coronel PMMG Paulo Alex e Cabo Paulo acompanham a movimentação dos foliões no Calçadão Um em São Lourenço

Não há como deixar de notar a vibração nos olhos do comandante do 57º BPM, Tenente Coronel Paulo Alex. Os números por si só são suficientes para deixá-lo contente. O Comandante do 57º BPM afirma que até mesmo com os carnavais antecipados na região as estatísticas são extremamente favoráveis para a segurança pública.
O Tenente Coronel Paulo Alex afirma que foi feito um planejamento exaustivo sobre os carnavais de toda região sob a tutela do 57º BPM: "Na região, com um mês de antecedência foi feito um relatório com todas as atividades carnavalescas. Fizemos diversas reuniões tanto interna, com nossos comandados dos 22 municípios, assim como com os poderes executivos das cidades. Esse planejamento é essencial, pois fazemos uma retrospectiva dos eventos de carnaval e isso nos proporcionou fazer diversas correções e ajustes para o policiamento" afirma o comandante Paulo Alex.
Sobre São Lourenço, o carnaval começou na sexta-feira, dia do Bloco do Pijama. O Tenente Coronel garantiu o dobro de policiais no bloco que abre o carnaval da cidade: "Ano passado usamos 45 policiais militares e esse ano dobramos o efetivo para 90 homens e mulheres policiando o evento que reúne o maior número de foliões com resultado altamente positivo", garantiu o comandante. As operações e averiguação de vans fretadas ganharam uma atenção especial do 57º BPM que resultou em considerável apreensão de drogas e a retirada de circulação de um foragido da justiça por homicídio no estado de São Paulo.
O Tenente Coronel não escondeu nenhuma informação e abriu o coração sobre a preocupação com a segurança da cidade-sede do 57º Batalhão. Com exclusividade ele afirma que são duas situações distintas em São Lourenço, pois existe o policiamento na área de show em praça pública e o policiamento da cidade que não pode ser esquecido em hipótese alguma. O oficial comandante disse que o carnaval antecipado de Pouso Alto serviu como um balão de ensaio para realizar o policiamento durante o carnaval de São Lourenço: "Fazer o policiamento em uma área fechada é uma coisa, mas promover a segurança pública em uma área aberta é muito mais difícil. Todo o aprendizado é bem vindo e o policiamento da Praça João Lage vem sendo executado com extremo profissionalismo por parte da Polícia Militar. O nosso policiamento está bem dimensionado, buscando a todo custo a paz social", explicou o Tenente Coronel Paulo Alex.
Com o policiamento voltado para áreas estratégicas e montando corredores de segurança na volta para casa dos foliões o 57º BPM vem cumprindo bem sua missão. Sabe-se que todas as folgas e férias dos policiais militares foram cassadas exigindo dedicação extrema de toda tropa. Segundo o Comandante, o balanço até o momento é extremamente positivo e o resultado final deve ser fechado na quinta-feira, dia dois de fevereiro. Os números até o momento estão acima da expectativa por não estar acontecendo crimes violentos e confusões generalizadas. Perguntado se o tipo de música ajuda a ordem pública, o comandante diz que tudo ajuda para a paz, harmonia e diversão, juntamente com o planejamento das operações e o esforço conjunto de diversos órgãos.
Com as atividades momescas e a cidade policiadas, tudo caminha bem. A prevenção é tudo na segurança pública: "Nós agradecemos a todos os órgãos e a população são-lourenciana que soube aproveitar até o momento essa festa carnavalesca. A gente agradece o empenho dos valorosos policiais militares do 57º BPM e nós estamos com o máximo do efetivo trabalhando incansavelmente. Queremos fechar o carnaval com sucesso total," finalizou o Comandante Paulo Alex.


    







O dia que o domingo viu a Banda de Ipanema em São Lourenço

Banda de Ipanema no carnaval 2017 em São Lourenço

A apresentação da Banda de Ipanema em São Lourenço é emblemática. Para quem não sabe as raízes da banda tradicional do bairro onde viu o nascimento da Garota de Ipanema cantada em verso e prosa vem de Ubá, isso mesmo, uma cidade mineira. Aconteceu em 1964 após um grupo de amigos passar o carnaval na cidade mineira. Ao voltarem para o Rio de Janeiro, por incrível que pareça, a famosa zona sul não tinha samba, bloco e o  carnaval era um silêncio só. Assim, no dia 13 de fevereiro de 1965, saiu pela primeira vez a Banda de Ipanema, uma dos mais tradicionais do Rio de Janeiro e que arrasta milhares de foliões nos dias de hoje.
Em São Lourenço pela primeira vez, o próprio presidente da Banda de Ipanema, Claudio Pinheiro, fez o discurso de abertura e agradeceu o acolhimento do povo são-lourenciano. A chuva que insistiu em cair à tarde, a princípio, desestimulou o folião na Praça João Lage. Mas à medida que os metais ecoavam pelo centro da cidade e com um repertório de marchinhas e músicas que marcaram época nos carnavais de todos os tempos, a área de show foi se movimentando e enchendo. E o que mais se viu foram as pessoas dançando um carnaval de marchas tradicionais no melhor estilo carioca.
Veja as fotos do domingo de carnaval: 

 A tradicional revista com detector de metal passa mais segurança na área de show

 Prefeita Célia Cavalcanti e o Secretário de Turismo Alexandre Paiva Frade antes do show começar

 Foliões e a irreverência pura

 Alegria no início do show

 Muitos filmaram trechos da apresentação da Banda de Ipanema

 Alegria no rosto dos foliões

 Mães e filhas se misturavam na tranquilidade e segurança dos shows

 E os jovens dançando


 Aqui não tem Uber: A máxima da Angélica "Vou de Táxi" ainda predomina

 Alegria no show

 Nessa foto o Capitão América é mulher e os homens morcego são Robins

 Claro que temos bruxinha no carnaval. Mas está mais para fada

 Casal se esbalda ao som da Banda de Ipanema

 Alegria no show

 Segurança é tudo na área de show com o 57º BPM 


 Bruno e Delano só curtindo o Carnaval 2017

O negócio é se divertir

Amigos e amigas se reúnem na Banda de Ipanema










domingo, 26 de fevereiro de 2017

Mangueira faz samba no morro e em São Lourenço

Mulatas tipo exportação esbanjam simpatia e encantam os marmanjos

Um penacho caiu e ninguém foi socorrer a pobre moça

Não poderia ter sido melhor a escolha para a segunda noite de carnaval na cidade de São Lourenço. A Estação Primeira de Mangueira esteve na cidade representada pela sua Velha Guarda em um show maravilhoso que encheu os olhos de quem já tinha assistido e encantando aqueles que viram pela primeira vez.
Um show dessa natureza é diferenciado. Deixa o público mais calmo e voltado para cantar e sambar à vontade como o samba deve ser levado. A Praça João Lage estava totalmente tomada pela multidão que voltou ao local de origem de seus maiores eventos. Pessoas de todas as classes se misturavam mostrando um mar de cores e diversidade mostrando que o local é emblemático e que os organizadores até o momento acertaram na escolha do centro para o palco do carnaval.
A simpatia dos mangueirenses era notável. As mulatas e os passistas estarão na Sapucaí defendendo as cores verde e rosa na segunda de carnaval, no grupo especial sendo que a Mangueira é a atual campeã. As mulatas são genuinamente mangueirenses e todas, donas de uma beleza ímpar. Os passistas também deram um show de simpatia e o passista Fábio é o mais conhecido sendo inclusive Estandarte de Ouro, prêmio esse oferecido pelo jornal O GLOBO. Você poderá ver as fotos na seção preparada especialmente para você leitor(a) do Blog São Lourenço News.
O Capitão Campos, comandante da 276ª Cia que coordena o policiamento de São Lourenço estava pessoalmente na área de shows. Ele informou ainda que até às 00:30 horas de hoje nenhuma ocorrência foi registrada na área de shows.
E agora as fotos que fizeram o charme da segunda noite de carnaval em São Lourenço e nas últimas fotos é possível ver que os homens casados ou não, babaram com as mulatas tipo exportação sem se importar com esposas ou namoradas junto deles:  

 A entrada para a área de show submete o folião ao detector de metais

 Não pode faltar moças bonitas no carnaval

 Pessoal aproveitou e viu o show

 Concentração de foliões antes do show

 Leila Miranda e o advogado Luiz Antônio Mira

 Do palco é possível ver que a casa estava cheia

 D. Sandra,Tenório, a prefeita Célia e o vereador Chopinho e ao fundo o mar de gente aguardando o show

 As mulatas, passistas e o mestre-sala que fez história em São Lourenço Emídio Ferreira

 O Diretor da Mangueira Robson e o percussionista Louro

 Simone e Alexandre Paiva Frade, Secretário de Turismo

 Grupo de foliões, mas um errou a camisa para a noite

 A Velha Guarda da Mangueira se apresenta

 Capitão Campos e Soldado Valéria no policiamento ostensivo na área de show

Uma homenagem a Celestino Garcia: Desde que ele saiu do negócio hoteleiro os eventos ficaram escassos
  
   Mais uma mulata se prepara para entrar no palco

 O repórter da Alterosa "babou" com a mulata tipo exportação

 Simpatia é que não falta aos integrantes da Estação Primeira de Mangueira

O secretário de Turismo de São Lourenço prova que tem o samba no pé...