Balneário

São Lourenço - MG

Trem das Águas

São Lourenço - MG

Vista Parque das Águas

São Lourenço - MG

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Ex-prefeito é condenado por improbidade administrativa em cinco ações na comarca de São Lourenço


O Núcleo de Apoio à Prestação Jurisdicional do Interior (NAPI) em mais uma atuação para agilizar a prestação jurisdicional e contribuir para o cumprimento das Metas do CNJ (Meta 2 e julgamento das Ações de Improbidade Administrativa) sentenciou cinco processos de Improbidade Administrativa da Comarca de São Lourenço que tramitavam há vários anos envolvendo o ex-prefeito C.A.N de São Lourenço/MG. As sentenças foram publicadas no dia 27 de agosto. O ex-prefeito foi condenado a restituir aos cofres públicos importâncias desviadas dos cofres públicos em licitações fraudulentas que envolveram milhões de reais durante o seu mandato, além de operação de transação envolvendo o reconhecimento de débito e com renúncia de crédito tributário em favor de um hotel na cidade.
Além do ex-prefeito, foram condenados o ex- procurador do Município, os membros das Comissões de Licitações, parentes e mandatários de empresas que participavam, simultaneamente, das licitações, além dos sócios das empresas beneficiadas com as fraudes. 
As condenações impostas não se limitaram ao ressarcimento do erário, mas envolveram, cumulativamente, o pagamento de multas, suspensão dos direitos políticos pelos prazos de 05 e 08 anos, perda da função pública e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelos prazos de 3 e 5 anos, dependendo da gravidade dos atos de improbidade.
Nas sentenças, restou consignado que, a priori, o administrador público responde com seus próprios bens pelos erros que eventualmente cometer, culposa ou dolosamente, pois deveria, rigorosamente, proceder hipoteca legal de seus bens no momento em que iniciasse uma administração.
Coube a sociedade escolher, “...por seus representantes constitucionais, o caminho do combate rigoroso à improbidade administrativa. Tal linha de pensamento há de nortear os lidadores do direito comprometidos com a busca, a promoção e a distribuição da justiça. A estreiteza da lógica puramente formal, como suporte para absurda impunidade, não deve imperar em detrimento de uma compreensão mais ampla da legislação regressiva da improbidade administrativa, no atual contexto histórico, sob pena de se esvaziarem importantes e legítimas expectativas da sociedade organizada”1
E, ainda, que a Lei de improbidade administrativa, inclusive, é expressa quanto à possibilidade de responsabilização de particulares pelos atos nela elencados: “Art. 3° As disposições desta lei são aplicáveis, no que couber, àquele que, mesmo não sendo agente público, induza ou concorra para a prática do ato de improbidade ou dele se beneficie sob qualquer forma direta ou indireta”.
As condenações foram impostas em cinco processos em 1º Grau de Jurisdição e estão sujeitas a recurso.



Calçamento da rua Barão do Rio Branco está sendo refeito

Obra de calçamento na rua Barão do Rio Branco

A prefeitura está refazendo o calçamento de um trecho da rua Barão do Rio Branco. O trabalho foi iniciado na esquina com a rua XV de novembro e, nessa primeira etapa, se estenderá até a esquina com a rua Ledo. Posteriormente, seguirá até o entroncamento com a rua Farmacêutico Raul Ramos da Costa. O calçamento, que é de paralelepípedos, está sendo retirado completamente, e o piso nivelado e compactado. As manilhas da rede pluvial também estão sendo trocadas por outras de maior diâmetro.

O trabalho realizado na Barão do Rio Branco é devido às más condições em que se encontrava o calçamento naquele local. Os paralelepípedos estavam soltos e, por ser aclive e um dos principais acessos aos bairros Porta do Céu, Jardim das Estâncias e Solar dos Lagos, a Secretaria de Infraestutura Urbana entendeu que o ideal seria refazer o calçamento. Outras ruas da cidade estão em condições semelhantes e também terão seus calçamentos trocados ou repostos. Mas isso será feito aos poucos e somente nos trechos mais críticos. Na maioria dos casos, por enquanto, a prefeitura dará continuidade aos reparos.

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) está trocando a rede pluvial do trecho da rua que está sendo refeito. Estão sendo colocadas manilhas de diâmetros maiores. O trabalho visa aumentar a vazão das águas das chuvas, que são as principais causadoras dos estragos nos calçamentos. Aliás, o grande problema das ruas é a falta de drenagem correta. Alguns loteamentos foram aprovados, em épocas passadas, com redes pluviais insuficientes ou, até mesmo, inexistentes. Em outros locais, como é o caso da rua Barão do Rio Branco, com o aumento das construções nas partes mais altas, o solo foi ficando cada vez mais impermeabilizado, aumentando o volume das águas pluviais.



SEJA VOCÊ TAMBÉM UM CONTRIBUINTE DO CARNÊ DO HOSPITAL


Através do CARNÊ DE CONTRIBUIÇÃO DO HOSPITAL SÃO LOURENÇO, você colabora para que a instituição possa se estruturar ainda mais - e, assim, oferecer a melhor assistência a você e sua família.
CONTRIBUA VOCÊ TAMBÉM!
Dirija-se ao Carnê do Hospital (Rua Senador Camará, s/no), de 2ª a 6ª feiras, das 8h às 16h30 - levando identidade, CPF e comprovante de residência (originais).
PARA MAIORES INFORMAÇÕES, ligue para 3339-2090.



DEFENSORIA PÚBLICA REALIZARÁ O MUTIRÃO DO DIREITO A TER PAI


O mutirão acontecerá no dia 26/09/2.014, a partir das 9:00 horas, na sede da Defensoria Pública que fica no Prédio do Fórum de São Lourenço. O evento tem como objetivo realizar, gratuitamente, exames de DNA, com coleta feita por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, onde é possível fazer o reconhecimento de paternidade extrajudicial. Nesses casos, são feitos a lavratura de certidão de nascimento imediata e acordos relacionados a alimentos, guarda da criança e até o agendamento de visitas. A ideia central, no entanto, é a de chamar a atenção à conscientização do pai sobre a importância de seu papel na formação da criança, buscando promover o reconhecimento da paternidade e, em especial, a aproximação das crianças com seus pais, ainda nos primeiros anos de vida, de modo a evitar os transtornos e estigmas que o reconhecimento tardio pode ocasionar. Sua finalidade maior é estabelecer vínculos de afetividade e não apenas vínculos genéticos. Para participar, é necessário que a mãe da criança carente compareça à Defensoria Pública, de segunda à sexta-feira, das 13:00 às 17:30 horas, até o dia 19/09/2.014, para formalizar o cadastro. O mesmo vale para as pessoas maiores de 18 anos e que também estejam em busca do reconhecimento paterno. Os supostos pais serão notificados para comparecer na Defensoria Pública para reconhecer o filho ou fazer o exame de DNA, nos casos em que haja a necessidade. Caso o suposto pai se recuse, haverá o ajuizamento de ação investigatória de paternidade.



domingo, 24 de agosto de 2014

Bombeiros resgatam idoso em barranco de 12 metros

Seu Sebastião já em segurança com os sargentos Nestor e Silveira

Imaginem a cena: Um senhor de 73 anos cai e fica enroscado pelos pés. À frente dele um barranco e uma provável queda de 12 metros de altura prestes a acontecer.
Sala de Operações dos Bombeiros Militar com sede em São Lourenço. Domingo, 24/08, 09:45 horas. O telefone 193 toca e testemunhas narram exatamente a cena para o bombeiro militar de plantão.
O local foi rua Wenceslau Bráz um prédio depois do edifício da torre. O motivo pelo qual a pessoa de idade estava lá é desconhecido. Foi montado pelos bombeiros um rapel com vítima e o idoso desceu com o sargento Vladimir 12 metros de altura em absoluta segurança.
Desorientada, a vítima identicada por Sebastião Rodrigues Fernandes, morador da rua Batista Luzardo não conseguia responder as perguntas dos bombeiros. As pessoas paravam na rua para ver o resgate com alto grau de dificuldade mostrando a destreza e a eficiência dos bombeiros com sede em São Lourenço. Segundo os bombeiros a vítima informou que pernoitou no local e apresenta problema auditivo. 
Veja as imagens do resgate a partir de agora:

 Sargento Vladimir e Soldado Ribeiro preparam a vítima para descer em segurança

 A operação é de risco pois a vítima é de idade avançada

 Começa a descida pela técnica conhecida por rapel

 Sargento Vadimir com a vítima já na descida do barranco

 Em cima o Soldado Ribeiro evita o tensionamento do equipamento enquanto o Sargento Vladimir está quase no solo com a vítima

 Já em segurança, a vítima recebe o apoio dos bombeiros em terra

 A vítima recebe todo o apoio dos bombeiros

Sargento Nestor leva a vítima para a rua onde está a Unidade de Resgate (UR)



sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Montanha Sagrada arde em chamas em São Lourenço

 Bombeiros trabalham no combate ao fogo na Montanha Sagrada

Um dos pontos mais sensíveis da área de transmissão das comunicações em São Lourenço está em chamas. Bombeiros combatem o incêndio na mata do local.
Meses atrás um ato irresponsável de colocarem fogo naquela mata tirou do ar rádios e emissoras de canal aberto por pelo menos 24 horas. A montanha sagrada além de possuir uma mata densa e povoada por animais silvestres, por ser o ponto mais alto de São Lourenço abriga os transmissores das rádios e tvs da cidade.
Uma coluna de fumaça se ergue neste momento para quem olhar em direção à Montanha Sagrada como é mais conhecido o local. Dentro de mais alguns instantes mais informações sobre o incêndio florestal.
Desde as 11 horas os bombeiros estão no local que é de difícil acesso. Os bombeiros não podem utilizar o Auto Bomba Tanque (ABT) por que o caminhão não chega no local. O trabalho é árduo e necessita de muita força física, pois são utilizados abafadores. Sem falar na fumaça e no risco de encontrar animais peçonhentos próprios do lugar.    

O local em chamas é conhecido por "Montanha Sagrada" 



Moça é encontrada morta no rio Verde

O corpo da moça na beira do rio verde. Por questões de ética do blog não mostramos rosto de pessoas vítimas de acidentes e afogamentos

Sala de Operações dos Bombeiros Militar do 3º Pelotão com sede em São Lourenço recebeu na manhã de hoje (9 horas) ligação via 193 informando que haveria um corpo boiando no rio verde próximo ao teleférico.
Imediatamente foi deslocada a viatura Auto Salvamento Médio (ASM) para o local onde os bombeiros encontraram o corpo na beira do rio verde.
Foram acionadas a Polícia Militar e a perícia da Polícia Civil para que comparecessem ao local. O corpo é de uma moça, com 21 anos e com suspeita de estar grávida. Ela foi identificada como sendo Tatiana Maria Martins, moradora do bairro Nossa Senhora de Lourdes. A causa mais provável é que tenha sido suicídio. A hipótese mais provável é que o afogamento tenha ocorrida dentro das últimas 24 horas. Não existia nenhuma nota sobre desaparecimento de pessoas em São Lourenço.

Bombeiros e Polícia Militar já no local do encontro do corpo 



quinta-feira, 21 de agosto de 2014

PMMG apreende carro suspeito de ser clonado em São Lourenço

Foto meramente ilustrativa do carro apreendido em São Lourenço

Uma operação da Polícia Militar apreendeu no início da tarde do dia 20/08, um veículo com suspeita de ser clonado. O caso ganhou contornos estranhos quando chegou uma notificação de infração de trânsito, em Belo Horizonte, para o proprietário do carro, um Kia Cerato preto.
O carro, que é de um advogado da capital mineira, foi notificado em São Lourenço. Segundo o advogado ele nunca esteve na cidade com o referido carro. A Polícia Militar começou um intenso rastreamento encontrando o veículo na parte alta da rua Dr. Olavo Gomes Pinto. O veículo foi retido para perícia. 
Esta é a ocorrência registrada pela PMMG em São Lourenço:
Nesta quarta feira (20/08), por volta de 12h39min, a Polícia Militar apreendeu na Rua Doutor Olavo Gomes Pinto, bairro Vila Nova, um veículo clonado e prendeu um jovem de 23 anos que estava na posse do automóvel.
A PM recebeu denúncia de que no endereço havia um veículo Kia Cerato, de cor preta clonado e foi averiguar.
No endereço os militares abordaram um jovem de 23 anos que estava na posse do veículo e durante fiscalização o jovem informou que havia perdido a CRLV e que comprara o automóvel de um terceiro.
Ao consultar a placa do veículo no sistema informatizado os policiais constataram que o Kia Cerato pertence a um morador da cidade de Belo Horizonte. Em contato com o proprietário do veículo os policiais descobriram que o automóvel que estavam fiscalizando tratava-se de um clone do veículo original.
O autor foi preso e conduzido até a Delegacia de Polícia Civil. O veículo foi apreendido e removido ao pátio credenciado do DETRAN.
A Polícia Militar e a Polícia Civil buscam agora informações sobre a origem do carro apreendido. Existe uma estranha ranhura em um dos número do chassi do veículo. 



Caminhão tomba na BR - 354 entre o Boa Nata e Pouso Alto

O caminhão tombado transportava eucalipto

Imagens registradas pelo produtor Gustavo, que passava pelo local, mostram, aos nossos leitores os perigos da estrada travada que é a BR - 354. Um caminhão  transportando uma carga de eucalipto tombou em uma curva subindo sentido Pouso Alto. Segundo os bombeiros, como eles não foram acionados, não houve vítima. A estrada ficou em meia pista. O caminhão guincho já está no local. O acidente ocorreu por volta das 9 horas de hoje (21/08).

     O guincho no local pronto para retirar o caminhão tombado



Mais uma fase da licitação de serviços de táxi foi realizada

A mesa de conferência da licitação coordenada pelo Diretor de Fiscalização Paulo Fernando

Foi realizada, na terça-feira (19), na Câmara Municipal, a abertura dos envelopes da segunda fase da licitação de serviços de táxi em São Lourenço. Dos 46 envelopes abertos, 4 foram desclassificados. Nessa fase, foram apresentadas propostas técnicas, contendo as qualificações dos veículos e dos motoristas, como, por exemplo, especificação do carro, cor, etc.. É nessa fase, também, que define a classificação para determinar quem ficará em qual ponto. Os desclassificados ainda têm a oportunidade de recurso.
A licitação, na modalidade concorrência pública, tem como objeto a delegação de permissão para exploração do serviço de transporte remunerado de passageiros em veículos de aluguel – táxi. A primeira fase, com a abertura dos envelopes de habilitação para o serviço, aconteceu no último dia 21 de julho. Na oportunidade, foi feita a abertura dos 49 envelopes entregues pelos participantes, na presença dos próprios participantes. Cada concorrente, presente à sessão, conferiu e analisou todos os documentos apresentados em cada envelope, participando de todo o processo. No final, 44 concorrentes foram habilitados, visto que apresentaram a documentação correta e de acordo com o Edital. Dos inabilitados que entraram com recursos, dois obtiveram êxito.
Em São Lourenço, o número de veículos de táxi, objeto de permissão, fixado no Edital, é de 56, com base na proporção de um veículo para cada 750 habitantes. Desse total, 11 permissionários foram isentos de participar da concorrência, por terem iniciado as atividades de taxistas antes do dia 5 de outubro de 1988, data em que foi promulgada a Constituição Federal. Antes dessa data, a permissão para exploração do serviço de transporte remunerado de passageiros em veículos de aluguel era ato meramente administrativo. Com a promulgação da nova Carta Magna, passou a ser exigido um contrato entre o prestador e a administração pública, o que só pode ser feito através de licitação. No entanto, os que já tinham a permissão tiveram a transferência direta, sem necessidade de concorrência. O prazo de vigência da outorga da permissão será de 20 anos, a partir da assinatura do contrato.



quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Vagas exclusivas criadas pelo SL TRANS na Praça Duque de Caxias são ilegais

Esta é a mensagem recebida em meu facebook pelo agente de trânsito Filipe: Estou fazendo o que ele me pediu apesar do erro de português. A prova de português para o cargo na prefeitura deve ter sido fácil... Daquelas que tem questão ligue um quadradinho ao outro porque escrever este definitivamente não sabe 

Atendendo o que me pediu o agente de trânsito Filipe do SL Trans, comparsa do agente Albertini, que eu preciso me manter mais "enformado" (o erro é dele), estou estudando bastante as leis de trânsito que regem nosso Código de Trânsito Brasileiro.
E lendo atentamente a Resolução 302 do Contran, não existem vagas de estacionamento para Juiz, Promotor, Vereador, Prefeito, Oficial de Justiça e advogado. O que existe na Praça Duque de Caxias, em São Lourenço, é um erro do Chefe de Trânsito da cidade.     
Com frequência, deparamo-nos com placas de Estacionamento regulamentado, por meio das quais o órgão de trânsito estabelece vagas privativas de estacionamento nas vias públicas, para conciliar a distribuição do espaço público com as necessidades específicas da coletividade, como os locais destinados a viaturas, áreas de carga e descarga ou estacionamento rotativo pago (zona azul), entretanto na legislação não existe nada falando sobre a obrigatoriedade de vagas para promotores, juízes, vereadores e prefeitos.
Recentemente a polêmica veio à tona quando um carro que estava estacionado em frente ao Ministério Público foi guinchado e multado por estacionar na vaga de um promotor em uma cidade do Brasil.
Diante disso, é de se analisar a legalidade desse procedimento, pois se todos somos iguais perante a lei (artigo 5º da Constituição Federal), por que outros não possuem a mesma regalia? por que não destinar vagas para os médicos, na frente dos Hospitais, ou para os dentistas, nas imediações de seus consultórios?
Certamente, tal prática, acarretaria enormes prejuízos à regulamentação de trânsito, pois a “privatização” da via pública, em vez de garantir o direito de todos, privilegiaria alguns poucos.
A Resolução nº 302/2008 do Conselho Nacional de Trânsito regulamenta e define as áreas destinadas ao estacionamento específico, não constando o estacionamento privativo para qualquer espécie de servidor público. Muito pelo Contrário, pois a mencionada resolução VEDA a criação de vagas fora das hipóteses previstas:
Art. 6º. Fica vedado destinar parte da via para estacionamento privativo de qualquer veículo em situações de uso não previstas nesta Resolução:
I – Área de estacionamento para veículo de aluguel é a parte da via sinalizada para o estacionamento exclusivo de veículos de categoria de aluguel que prestam serviços públicos mediante concessão, permissão ou autorização do poder concedente.
II – Área de estacionamento para veículo de portador de deficiência física é a parte da via sinalizada para o estacionamento de veículo conduzido ou que transporte idoso, devidamente identificado e com autorização conforme legislação específica.
III – Área de estacionamento para veículos de idoso é a parte da via sinalizada para o estacionamento de veículos conduzido ou que transporte idoso, devidamente identificado e com autorização conforme legislação específica.
IV – Área de estacionamento para a operação de carga e descarga é a aprte da via sinalizada para este fim, conforme definido no anexo I do CTB.
V – Área de estacionamento de ambulância é a parte da via sinalizada, próximo a hospitais, centros de atendimentos de emergência e locais estratégicos para o estacionamento exclusivos de ambulância devidamente identificadas.
VI – Área de estacionamento rotativo é a parte da via sinalizada para o estacionamento de veículos, gratuito ou pago, regulamentado para o período determinado pelo órgão ou entidade com circunscrição sobre a via.
VII – Área de estacionamento de curta duração é a parte da via sinalizada para estacionamento não pago, com uso obrigatório do pisca – alerta ativado, em período de tempo determinado e regulamentado de até 30 minutos.
VIII – área de estacionamento de viaturas policiais é a parte da via sinalizada, limitada à testada das instituições de segurança pública, para o estacionamento exclusivo de viaturas policiais devidamente caracterizadas.
Sendo assim aguardamos do Juiz Diretor do Fórum da Comarca de São Lourenço, do Presidente da Câmara Municipal de São Lourenço e do Prefeito Municipal o cumprimento irrestrito da Lei e a ordem imediata ao SL Trans para que retire as placas que autorizam este estacionamento irregular imediatamente da Praça Duque de Caxias em São Lourenço. Obviamente que se não existe vagas exclusivas para promotores, juízes, vereadores e prefeito também não existem vagas para estacionamento de charretes.
Como disse o Agente de Trânsito Filipe eu preciso me "enformar" e "enformar" a população de São Lourenço de um erro no estacionamento da cidade. Todos são iguais perante a constituição. Obrigado Filipe, estou me "enformando" e aguarde que tem mais, inclusive da Lanchonete Big Burg's. 

Vagas para autoridades são proibidas por resolução do CONTRAN 



terça-feira, 19 de agosto de 2014

Derramamento de óleo agora à noite na Antonio Junqueira de Souza

Pelo Google Street View, a rua Antônio Junqueira de Souza

Policia Militar e Bombeiros estão neste momento (21:30 horas) na rua Antônio Junqueira de Souza executando a função dos agentes de trânsito da cidade de São Lourenço. Na rua citada do trecho da Arruda Veículos até o semáforo dos correios uma extensa mancha de óleo está provocando o caos. Informações extra-oficiais dão conta que dois motociclistas foram ao solo sendo que um deles, com ferimento, necessitou de remoção para o Hospital. Ninguém do serviço de trânsito da cidade atende os telefones dos bombeiros e da Polícia Militar.
A situação é caótica e se os motociclistas puderem evitar o local é melhor para a segurança dos mesmos. Vamos ver se haverá registro de boletim de ocorrência dos bombeiros e da Polícia Militar sobre a ausência dos agentes de trânsito na função que deveriam estar exercendo. Se fosse domigo sete e meia da manhã e se vissem um passat vermelho eles estariam trabalhando com certeza... Mas esperamos das duas corporações os respectivos BOs sobre a ausência do Departamento de Trânsito de São Lourenço em derramento de óleo que levou um para o Hospital.


   

domingo, 17 de agosto de 2014

Agentes de trânsito multam carro de jornalista em ponto de... Charrete

A notificação feita pelo agente Filipe na manhã deste domingo em um ponto de charrete

Realmente é mais grave do que se imagina a situação do repórter Jodil Duarte com os agentes de trânsito de São Lourenço. Na manhã de hoje, cheguei às 06:50 para entrevista com o prefeito Zé Neto sobre os novos nomes no seu governo.
Ao sair às 7:30 horas do hotel Guanabara eis que sou surpreendido pelo agente de trânsito Filipe notificando o meu veículo (passat) quando ele e outros dois que estavam no carro do trânsito e não foram identificados viram o veículo parado em um ponto de charrete ao lado do estacionamento do Hotel Guanabara. O agente Filipe estava sem o boné, notificando e rindo segundo testemunhas, todas identificadas.
Ligamos para a Polícia Militar do interior do Hotel Guanabara e mais uma vez os agentes de trânsito não foram localizados. Achei o carro deles parado às 08:20 horas atrás da prefeitura. Agora às nove horas procurei o carro dos agentes de trânsito para saber quem estava no interior dele e simplesmente desapareceu, sumiu.
Isso precisa acabar. Tenho família e filhas e como não existe chefia neste setor de trânsito estou encaminhando denúncia às seguintes autoridades: Corregedoria do Ministério Público Estadual aos cuidados do procurador chefe de crimes praticados pela administração pública,  Corregedoria da Polícia Militar de Minas Gerais (pois existe uma multa não aplicada ao carro dos agentes públicos pela Polícia Militar de São Lourenço), Corregedoria do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, pois existem dois agentes de trânsito com transação penal por porte de drogas e não houve o devido procedimento administrativo para que os mesmos  fossem expulsos do quadros de funcionários da prefeitura e Corregedoria da Polícia Civil por clara violação às normas do Detran - MG por abuso de poder e mera perseguição.
Será feito denúncia e pedido de ajuda ao sindicato de jornalistas investigativos e ao sindicato de jornalistas profissionais para venham em auxílio a um jornalista que vem sofrendo toda sorte de agressão e humilhação por parte dos agentes de trânsito. Se eles não respeitam um profissional da área de imprensa vamos ver se eles não respeitam uma classe inteira.
Tudo acompanhado com farto material retirado do facebook, com os depoimentos de pessoas que foram lesadas pelo Departamento de Trânsito da Prefeitura de São Lourenço, filmagens, fotos e depoimentos de pessoas de bem que passam constrangimento pela perseguição dos agentes de trânsito de São Lourenço. Isso precisa acabar e agora vamos fazer com que isto aconteça. Isso não pode mais acontecer. Eles viram meu carro parado em um ponto de charrete cedo, mas não viram um ônibus parado em local de proibido estacionar o que reforça ainda mais a clara perseguição existente.
Ao final da multa o agente Filipe colocou na notificação que eu não assinei. Era só ele me chamar no interior do Hotel Guanabara. Mas ele não é funcionário público e homem na acepção da palavra, para encarar seu chefe direto que é o prefeito municipal. Se a prefeitura não coloca um ponto final nisto, nós vamos colocar. Eles são somente agentes de trânsito e não o braço armado da prefeitura. 

        O ônibus de turismo parado no ponto de proibido estacionar. A foto foi modificada para que não prejudique a empresa de ônibus que não tem nada com isso. Foto feito neste domingo cedo. Os agentes de trânsito não "viram" a infração