Balneário

São Lourenço - MG

Trem das Águas

São Lourenço - MG

Vista Parque das Águas

São Lourenço - MG

domingo, 30 de junho de 2013

PRB abre os trabalhos visando eleições para deputado em São Lourenço

O presidente do PRB em São Lourenço, Dr. José Roberto, Deputado Estadual Carlos Henrique e os vereadores Evaldo Ambrósio e Gil Silva

O Partido Republicano Brasileiro começou na noite de ontem (29/06) a longa jornada para tornar possível o sonho de um deputado estadual de São Lourenço e região. Para este árduo trabalho, haja visto que a cidade sempre sai rachada quando o assunto é deputado estadual e federal, começa uma espécie de consenso, lançando a pré-candidatura do médico José Roberto que reuniu uma série de pessoas de grande liderança na cidade para a realização deste sonho.
Para isso houve um reestruturação do PRB, que ostenta o número 10, um número forte e que significa a camisa de maior peso usada por um astro de futebol. E com esta idéia, José Roberto vai usar o número imortalizado por mitos do futebol como Pelé e Zico, ícones do futebol brasileiro. O médico José Roberto tem exatamente esta ídéia e com a 10, tornar possível o sonho da cidade e região ter um deputado estadual.
Com a experiência de quem é médico e especialista em exames de imagem, que José Roberto pretende partir para disputa como pré-candidato. Reunindo um grupo de lideranças forte e diferente do habitual em termos políticos na cidade que deu-se início a um grande sonho visando as eleições do próximo ano.
Para o lançamento do partido PRB em São Lourenço que tem agora José Roberto como seu presidente veio o Deputado Estadual Carlos Henrique que afiançou o nome de José Roberto como nova liderança que surge na cidade. O PRB já chega inclusive balançando as estruturas da Câmara Municipal tendo em vista que o vereador Evaldo Ambrósio deve ingressar nas fileiras do partido e ser a voz do PRB no legislativo municipal. Trata-se inclusive de um grande nome pelo seu estilo povão e estar sempre ligado às causas dos menos favorecidos.
Nomes de peso estiveram presentes na festa da nova diretoria do PRB. O presidente do COSEMs (Conselho de Secretários Municipais de Saúde de Minas Gerais) e Secretário Municipal de Saúde Mauro Guimarães Junqueira, Dr. Hilton, Dr. Getro Duarte, Dr. Benedito, Dr. Leonardo Sanches, Dr. Joarez, Dr. Paulo Roberto Pinto Silveira, Dra. Ana Tereza, Adolfo e Leila Direzenchi ( proprietários da Faculdade Vitor Hugo), Habib Murad e o empresário Heli Nogueira (diretor-presidente do grupo Carrossel Supermercados) foram algumas das presenças ilustres no lançamento do partido em São Lourenço.
Em suas palavras no lançamento do PRB em São Lourenço, o médico José Roberto, com palavras simples e diretas garantiu que o partido e seus membros não estão à venda e que são incorruptíveis pretendendo abrir uma nova fase política na cidade. O grupo capitaneado por José Roberto pretende colocar as idéias nas ruas para cada um dos são-lourencianos esperando o apoio dentro deste no Brasil que está nascendo. E com este espírito é que pretende tornar o PRB como uma referência e uma opção para os que esperam uma cidade em país melhor.
Veja as fotos:

 A comissão de frente recepcionando os convidados no Lê Sapê

 Dr. José Roberto e esposa, com o Diretor Presidente do Grupo Carrossel Supermercados Heli Nogueira

 Angêla, vereador Evaldo Ambrósio e  Grilo na festa

 Convidados para o lançamento do PRB em São Lourenço

Adolfo e Leila Direnzenchi da Faculdade Vitor Hugo  

 Anésio e esposa presentes ao evento

Grupo animado na festa de lançamento do PRB 

Dr. Getro e amigos no lançamento do PRB  

 Dr. Hilton e a esposa (esq) com Dra. Ana Tereza que completou mais um ano de vida ontem 

Dr. Leonardo Sanches, seu filho e amigos no Lê Sapê 

 Dr. Paulo Roberto, esposa e amiga na Festa de lançamento do PRB na cidade

 Sidnei Leonardo e esposa, D. Gilmara, aniversariante na data de hoje

O advogado Charles, Mauro Junqueira, Dr. Sidney Cabizuca e esposa 

 Panorama dos convidados onde se destaca o médico oftamologista Dr. Romeu Junqueira

 O pianista Chico Botelho animou a festa

            Valtecir e sua esposa D. Tânia

Habib Murad (à direita) com amigos no evento 

Afonso, esposa e D. Lena com o neto na festa do PRB

domingo, 23 de junho de 2013

Grave acidente de moto mata duas pessoas na BR 460

Os dois jovens que faleceram no acidente

Bombeiros do 3º Pelotão com sede em São Lourenço receberam neste domingo (23/06) chamado para atender colisão entre uma moto e um ônibus, às 14:50 horas, no Km 79 da BR-460, hoje sob responsabilidade da Polícia Rodoviária Estadual.
Segundo o motorista do ônibus da empresa Twister Rio com placas LPN-3416, Gerson Avelino Ferreira, 62 anos, a moto Honda Falcon placa HBO-6574 conduzida por Itamar José dos Santos, 24 anos e que levava na garupa Maria Giulia Rocha de 19 anos, perdeu o controle entrando debaixo da roda dianteira do ônibus.
A jovem Maria Giulia Rocha morreu na hora com esmagamento no tórax. Itamar foi levado pelos bombeiros para o Hospital de São Lourenço em estado gravíssimo com a perna esquerda amputada, politraumatizado e traumatismo craniano. Ao chegar no hospital, foi imediatamente para o Centro Cirúrgico onde se encontra até o presente momento.
Chega agora a informação que Itamar não resistiu aos ferimentos e faleceu na Sala de cirurgia do Hospital de São Lourenço.
Veja mais fotos:

 O local exato do acidente na BR-460

 A moto embaixo da roda do ônibus

 A movimentação no hospital de amigos e parentes da vítimas

Mais acidentes neste domingo - Logo após os bombeiros saíram para atender outro acidente desta vez na BR-354, sentido Pouso Alto. Um motociclista caiu e precisou ser levado para o hospital de São Lourenço.
E chega agora a notícia que houve um acidente, às 18:25 horas envolvendo dois carros na rodovia que liga Carmo de Minas a Olímpio Noronha. As primeiras informações que o acidente envolve seis pessoas sendo que existem duas pessoas presas nas ferragens.   

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Prefeito divulga Nota para Imprensa

Nota a imprensa


A Prefeitura Municipal de São Lourenço, cumprindo seu papel institucional de garantir a ordem e a segurança nos eventos públicos, disponibilizou pessoal e estrutura para atuar em parceria com as forças de segurança na realização da manifestação popular ocorrida na cidade, na noite de quinta-feira (20). Agentes de trânsito, fiscais e Defesa Civil atuaram com a Polícia e o Corpo de Bombeiros na organização do trânsito e liberação das ruas para a passagem dos manifestantes. Uma ambulância também foi colocada à disposição para qualquer eventualidade. A Secretaria Municipal de Governo e a Diretoria de Fiscalização e Regulação Urbana se mantiveram em contato permanente com o comando da Polícia Militar na preparação das ações do poder público.

O prefeito municipal aproveita a oportunidade para reafirmar o compromisso com a legalidade e a transparência, bem como o respeito à liberdade de expressão e à manifestação popular.

* Nota recebida da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Lourenço

Manifestação chega a porta de hotel e da casa do prefeito

Manifestantes param em frente ao hotel 

Tão logo terminou a manifestação em frente à prefeitura de São Lourenço, um dos líderes do movimento anunciou a dispersão e que a meta foi atingida. Policiais militares eram procurados a todo instante para serem informado que o movimento havia terminado.
Mas o que se viu foi exatamente o contrário. Numa atitude inusitada e não prevista no cronograma por onde passaria a manifestação, um outro grupo seguiu para a avenida Getúlio Vargas. Mesmo sem ter essa previsão a Polícia Militar deu passagem e segurança acompanhando o movimento o tempo todo.
Esse grupo foi para a frente do hotel de propriedade da família do prefeito Zé Neto onde permaneceram por 30 minutos. Durante o ato, os manifestantes sentaram em frente ao hotel e gritaram palavras de ordem, bradando inclusive palavrões. Não satisfeitos, depois de saírem da frente do hotel foram para a frente da casa do prefeito repetindo as ações.
Segundo o Capitão Andreílson, comandante do 1º Pelotão Especial com sede em São Lourenço, não houve nenhum incidente nos locais citados. Em seguida o grupo se dispersou.
Zé Neto - O prefeito Zé Neto disse que as manifestações são legítimas do povo brasileiro, tem o direito e deve se manifestar. De muito bom humor, Zé Neto disse que acha o movimento muito importante para a democracia brasileira mas fez algumas ressalvas: "A primeira delas é com o esgotamento do modelo econômico, que é a maior causa dessas manifestações. Outra questão que não é peculiar em São Lourenço é a questão da passagem de ônibus. Adotamos um modelo lá atrás de aumentar a passagem do ônibus uma única vez por ano. Por isso a gente consegue um preço justo da passagem, talvez um dos mais baratos da região. Com relação as demandas locais que apareceram na manifestação algumas a gente reconhece e outras simplesmente não existem. Uma dessas que não existe é a questão da Frei Osmar Dirks. Ela não foi fechada. Extinguiu-se o ensino médio e existe hoje o Instituto Federal de Educação lá no final da Vila Carneiro que é uma escola enorme e inaugura em 1º de janeiro do ano que vem sendo ao sul da Fernão Dias o único campus do Instituto Federal de Educação. Se mantivéssemos o modelo anterior talvez não existiria todo o investimento federal que vem sendo aplicado em São Lourenço. Outra questão que tenho que comunicar que a UPA já recebeu ordem de retomada de serviço tendo em vista que a empresa já está com todas as suas Certidões Negativas de Débito em dia. Aí ela já está autorizada pois o poder público não pode pagar sem que as CNDs estejam em dia. Uma outra demanda interessante que não havia sido detectada foi a questão da água mineral e isso vem em questão daquela fonte da ilha, cuja água foi condenada pelo excesso de ferro, inviabilizando a potabilidade da mesma. E isso demonstra um desconhecimento muito grande pois ela não pode ser utilizada.Com relação à Nestlé nós entendemos que quem tem que falar sobre o assunto são os órgão técnicos como o DNPM. Essa fiscalização não pertence ao município. A empresa tem cumprido o programa de investimentos acordados com a sociedade organizada da cidade. O Parque atingiu ano passado 408 mil turistas contra 206 mil no dia 31 de dezembro de 2008. Isso é um acréscimo considerável gerando renda e emprego na cidade. Portando a gente vê com cautela essas manifestações cujo discurso não está atualizado com a realidade da cidade. No mais são demandas nacionais que não dependem do prefeito", explicou o prefeito Zé Neto.

Prefeito Zé Neto diz que muitas reivindicações são demandas nacionais não cabendo ao prefeito resolvê-las

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Jovens ganham as ruas da cidade

PMMG confirma a prisão de uma pessoa

Uma festa cívica para ninguém botar defeito. Com a concentração na Praça João Lage desde às 17 horas, uma multidão tomou conta das ruas da cidade, a grande maioria jovens. Pouco importando a idade eles agiram como gente grande e deram um show de civilidade pelo centro da cidade gritando palavras de ordem. Todo assunto em evidência era motivo de lembrança dos jovens em seus cartazes, muitos com tiradas mórbidas.
UPA, epa, magistério, saúde, Nestlé, justiça, 20 centavos e até mesmo o fim das charretes. Era um sem número de cartazes que pediam várias coisas na manifestação. Tinha gente vestida de palhaço, com nariz de palhaço e caras pintadas também. O bom humor esteve presente na manifestação.
Lógico que tinha os aproveitadores. Pessoas que foram candidatas a vereador achavam que faziam bonito e eram ignorados pelos jovens que não queriam ligação com política. O movimento foi apolítico porque os jovens evitaram os aproveitadores de plantão que queriam aparecer a qualquer custo nas costas do movimento.
O jovem Rodrigo Chaves disse que o sonho dele sempre foi participar de um movimento como esse. Ele acredita que três mil pessoas participaram do movimento.
A Polícia Militar de Minas Gerais acompanhou o movimento de perto e colocou cavalaria, moto-patrulhamento e homens a pé para observar a passeata. Bombeiros e Defesa Civil também acompanharam o movimento. Segundo o comandante da 57º BPM, Tenente Coronel Valério, 1500 pessoas participaram do movimento. Segundo o comandante tudo correu tranquilamente, na mais perfeita ordem e harmonia.
No final do movimento, que ocorreu oficialmente na prefeitura de São Lourenço, veio a confirmação do 1º Pelotão Especial PM que um jovem de 18 anos foi preso e levado para a 3ª DRPC por ter soltado uma bomba do tipo cabeça de nego. Ao ter a mochila revistada, foram encontradas mais bombas do mesmo tipo. A prisão aconteceu logo depois da Igreja Matriz, quando a manifestação passava pela avenida Dom Pedro II.
Amanhã, a matéria sobre a segunda parte da manifestação que segundo a organização nada tem haver com eles.
Veja as fotos:

 Os jovens foram para as ruas em São Lourenço

 Rodrigo Chaves lidera o movimento e vai à frente da passeata

 Frases descoladas foram a tônica da passeata

 A juventude feliz foi para rua

 O poeta junto ao povo: Rodrigo gostou da passeata

 Luquinha grita palavras de ordem com os amigos

 A UPA foi lembrada pelos manifestantes

 Manifestantes dizem que os partidos não os representam 

 O pessoal da velha guarda também participou: Henrique, Dr. Emanoel e De Biasi curtiram
o movimento e a juventude

 Claro que sobrou para Nestlé...

 Alexandre da SLTRANS, Tenente Coronel Valério comandante do 57º BPM e Cabo Clayton 

 Os jovens tomaram conta da rua

Jovem não é alienado 

 Educação na bandeira de Minas

Sobrou até para as charretes 

 Professoras cobram o pagamento do teto do novo piso para a Educação Básica

O empresário Paulinho R'Bom engrossou as fileiras da manifestação 

Os anônimos e uma manifestante com as cores que simbolizam o movimento gay

 O movimento acaba em frente à prefeitura

Os jovens hasteiam a Bandeira Nacional 

E cantam o Hino Nacional Brasileiro 

Claro que todo movimento tem uma musa: Em São Lourenço foi escolhida a Francielly

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Câmara tem novo líder do governo

O vereador Renato da Câmara, novo líder do governo no legislativo

Com a cassação do vereador Francisco Lourenço de Carvalho, a bancada de sustentação do governo municipal precisou eleger seu líder da maioria na Câmara Municipal de São Lourenço.
E isso ocorreu na última sexta-feira (14/06). A base aliada escolheu o vereador Renato Bacha di Lorenzo para ser o líder da maioria na Câmara Municipal de São Lourenço.
Ele já assumiu as funções participando de reuniões com o prefeito no Hospital da Fundação Casa de Caridade de São Lourenço e no Conselho do Secretariado Municipal.
O vereador Renato da Câmara será o interlocutor do prefeito com seus pares na casa legislativa.  

Bombeiros combatem incêndio em Passa Quatro

A empresa Polpack em Passa Quatro

Passa Quatro - Bombeiros do 3º Pelotão com sede em São Lourenço estão neste momento em Passa Quatro. Eles foram acionados às oito horas da manhã de hoje (19/06) para combater um incêndio na fábrica de papéis Polpack, que fica localizada na MG 183, KM 9, bairro Pinheirinhos, Passa Quatro. A empresa que emprega 80 funcionários pegou fogo na sua área de produção de embalagens para ovos, causando prejuízo que não foi divulgado pela empresa.
A Polpack possui sistema de videomonitoramento que deverá ajudar a perícia da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil a esclarecer o que iniciou o incêndio. A empresa deu muita sorte pois era grande o número de materiais inflamáveis na fábrica. Uma brigada contra incêndio de uma empresa daquela cidade ajudou no primeiro momento. O deslocamento de dois Auto Bomba Tanque (ABTs) do Corpo de Bombeiros foi rápido e o rescaldo começou imediatamente.
A linha de produção de embalagem para ovos, incluindo o maquinário foi todo atingida. A outra linha de produção da empresa saiu intacta. O telhado de uma parte dos galpões existentes na empresa Polpack caiu por causa do forte calor na hora do incêndio.
Uma pessoa está internada no Pronto Socorro de Passa Quatro com queimaduras na mão, no rosto e por ter respirado fumaça mas não corre risco de morte.
Veja mais fotos:

 Tenente Richelmy passa instruções ao bombeiro Madela sobre a área de rescaldo
  
 Os bombeiros conseguiram impedir que o fogo atingisse o estoque de lenha da fábrica

 O telhado derretido por causa do calor na hora do incêndio

   Bombeiro continua com o rescaldo no interior da Polpack